Felicidade é seres tu

Questionei onde anda ela,

A felicidade,

Com o indivíduo vendendo a alma a granel

Como um poster num bordel

Ao diabo, sociedade.

Escravocratas da imagem,

Do politicamente e socialmente correto,

No sermos aceites, ter uma estampa, dos estarmos em voga, de parecermos trampa, mas termos mil e um enfeites.

Elucubrar nas mil e uma poções, táticas e canções que os tornarão populares…

Tantos tentam parecer diferentes, e são como outros tantos similares…

Sê tu. Ímpar, lúcido, translúcido,voraz, sereno, capaz.

Que tua loucura, e tua ternura,

Não sejam ditadura,

E que elas te tragam paz…

Klarah

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s